Osteocondrose cervical

A osteocondrose iniciada da coluna cervical (SC) causa uma massa de complicações inseguras ao paciente, entre as quais a mais grave é a incapacidade e a deterioração persistente. Portanto, você não deve ignorar os sinais emergentes da doença e ir imediatamente ao consultório médico. Somente o tratamento oportuno ajudará a evitar consequências desagradáveis.

Um paciente com osteocondrose cervical

A osteocondrose cervical é uma doença muito desagradável da qual até o cérebro pode sofrer.

Razões para o desenvolvimento

A patologia geralmente aparece na velhice, mas isso não significa que todas as pessoas na velhice terão osteocondrose cervical. De acordo com as observações, as principais causas da doença são:

  • estilo de vida sedentário;
  • local de trabalho mal organizado;
  • excesso de peso;
  • estresse, tensão nervosa;
  • doenças autoimunes, devido às quais ocorre distrofia muscular;
  • patologias congênitas da coluna vertebral;
  • hipotermia frequente.

Sintomas típicos

Tontura

A manifestação dessa sintomatologia na osteocondrose cervical não tem um critério claro, mas pela natureza do quadro é possível determinar a consequência de qual distúrbio esse sintoma é. A tontura é distinta:

  • Sistêmico. Quando parece que os objetos ao redor estão se movendo em círculo (um sintoma de osteocondrose).
  • Não sistêmico. A sensação de movimento circular está ausente, mas os sintomas de tontura, escurecimento dos olhos, náuseas (patologia cardiovascular) são expressos.

Com o desenvolvimento da osteocondrose cervicotorácica, a tontura é consequência de:

  • espasmo de veias e artérias no cérebro;
  • pinçamento dos vasos da coluna cervical;
  • disfunção do aparelho vestibular.
Dores de cabeça com osteocondrose cervical

Dores de cabeça

O sintoma é mais frequentemente observado em mulheres com protrusão dos discos c6-c7. A patologia é pronunciada ou incomoda você periodicamente. Nesse caso, não será possível determinar de maneira independente a causa da dor corretamente, portanto, para excluir hipertensão arterial, angina de peito, insuficiência cardiovascular, acidente vascular cerebral, é importante fazer um estudo diagnóstico e consultar o médico. diagnóstico exato.


Desconforto em outras partes do corpo

A osteocondrose da vértebra cervical se manifesta por dor em diferentes locais, enquanto os sintomas podem ser agudos ou moderados.

Perturbado por dores no pescoço, ombros e em várias partes dos membros superiores. O espasmo muscular ocorre principalmente pela manhã e desaparece gradualmente durante a atividade física. Sensações típicas que manifestam a doença:

  • lumbago e dor surda no pescoço;
  • trituração e crepitação ao virar o pescoço;
  • fraqueza muscular, dormência, arrepios são especialmente pronunciados com a protrusão dos discos c4-c6.
Saltos na pressão arterial com osteocondrose cervical

Pressão arterial

Com a osteocondrose da coluna cervical com deslocamento do paciente, os aumentos da pressão arterial são freqüentemente perturbados, porque as vértebras do pescoço penetram em muitas fibras nervosas, artérias e vasos sanguíneos. Devido à sua compressão, a circulação sanguínea é perturbada, resultando em aumento ou diminuição da pressão. Os sintomas da manifestação são os seguintes:

  • enxaqueca;
  • uma sensação de peso no peito e a incapacidade de inspirar completamente;
  • dormência no pescoço;
  • deterioração da saúde após estresse, atividade física, permanência prolongada em uma posição desconfortável.

Graus de desenvolvimento

1ª fase

A osteocondrose cervical nesta fase manifesta-se pelo aparecimento de alterações patológicas nos discos intervertebrais, que perdem elasticidade, resistência, ressecam e diminuem de tamanho. O anel fibroso é coberto por rachaduras. Com lesões cervicais em estágio 1, a condição ainda é satisfatória, porque os sintomas não são particularmente perturbadores, mas pela manhã há uma dor no pescoço.

2º grau

Se os sinais de osteocondrose da coluna cervical forem ignorados no estágio inicial, e o paciente recusar o tratamento, ocorre SHOP grau 2, no qual há rápida progressão dos sintomas patológicos. O disco intervertebral entra em colapso gradualmente, há pequenos deslocamentos das vértebras cervicais. O segundo período da doença é caracterizado pelo desenvolvimento da síndrome da "cabeça em queda", na qual é perturbado um forte desconforto doloroso e o paciente precisa manter a cabeça em posição fixa, possibilitando o alívio do estado de saúde.

Dor e lumbago na zona cervical com o terceiro grau de osteocondrose

3º grau

Osteocondrose da coluna cervical no último estágio se manifesta por sintomas pronunciados. Desenvolve-se uma protrusão do disco ou hérnia, como resultado destes distúrbios, a voz do paciente muda, onde o pomo de adão no homem, sente-se um nó na garganta, o qual é difícil para uma pessoa engolir. Além disso, a patologia é caracterizada por:

  • dor de cabeça severa;
  • tonturas e náuseas;
  • lumbago na região cervical;
  • o desenvolvimento de uma complicação chamada mielopatia cervical.

4º grau

No estágio final, os discos intervertebrais são completamente destruídos e o tecido conjuntivo é formado em seu lugar.Uma pessoa é observada:

  • violações do aparelho vestibular;
  • enxaquecas e tonturas;
  • ruído nos ouvidos;
  • deficiência visual.

Síndromes de patologia

Existem tais complexos de sintomas:

Dor intensa na osteocondrose da coluna cervical
  • Cardíaco. Na manifestação, é semelhante à patologia do sistema cardiovascular. O paciente reclama dos seguintes sinais:
    • sensação de queimação no peito;
    • falta de ar;
    • deterioração da saúde geral;
    • angina de peito.
  • Vertebral. Se você está preocupado com os sinais dessa síndrome, isso significa que o osso e os tecidos cartilaginosos do pescoço estão afetados. Alterações patológicas nas vértebras e discos intervertebrais são claramente visíveis nas radiografias. A pessoa está preocupada com:
    • problemas com a mobilidade do pescoço;
    • desconforto ao se mover.
  • Síndrome da artéria vertebral. Nesse caso, a patologia atinge as veias e artérias que passam na região cervical e fornecem ao cérebro as substâncias necessárias. Devido à compressão dos vasos, ocorre suprimento insuficiente de sangue para a massa cinzenta. O paciente está preocupado com:
    • enxaquecas severas;
    • perda parcial de visão e audição;
    • saltos na pressão arterial;
    • sonolência;
    • tontura;
    • depressão;
    • deterioração da concentração.
  • Radicular. Como resultado de tal violação, 1 em cada 8 pares de raízes nervosas espinhais é afetado, enquanto o corpo é afetado principalmente em um lado. Com esta síndrome, as dores fortes são perturbadas ou ocorre paralisia quando a sensibilidade é completamente perdida.

Efeitos

Se você não começar a tratar a osteocondrose cervical em tempo hábil, existe o risco de desenvolver tais complicações:

  • IRR e picos de pressão constantes;
  • violações do aparelho vestibular;
  • patologia da glândula tireóide;
  • hipertensão ou hipotensão;
  • Golpe.
Diagnóstico de osteocondrose cervical em consulta com neurologista

Diagnóstico

Um neurologista, que deve ser visitado primeiro, ajudará a diagnosticar a osteocondrose. Para estabelecer com precisão as formas e estágios da doença, bem como saber os motivos do desenvolvimento, o paciente é encaminhado para as seguintes medidas diagnósticas:

  • radiografia;
  • TC e ressonância magnética.

Terapias

Para restaurar as áreas afetadas e aliviar os sintomas associados, é prescrito um tratamento complexo para a osteocondrose da coluna cervical. O paciente precisará tomar medicamentos especiais, seguir as recomendações do médico e praticar exercícios de fisioterapia. Mas se tal esquema não trouxe resultados, a patologia, neste caso, é tratada com o auxílio de intervenção cirúrgica.

Medicamento para osteocondrose da coluna cervical

Se o diagnóstico mostrar que a doença não foi iniciada, é prescrita terapia medicamentosa. O melhor remédio é escolhido pelo médico, com base nas características individuais do corpo do paciente. Será possível curar a osteocondrose cervical com o auxílio dos medicamentos apresentados na tabela:

Grupo Influência
Anti-inflamatório Ajuda a aliviar a dor, aliviar a inflamação
Condroprotetores Restaurar o tecido da cartilagem
Relaxantes musculares Relaxe seus músculos
Pomadas e cremes tópicos Elimine o sintoma de dor, melhore a nutrição
Complexos de vitaminas e minerais Melhora o bem-estar geral

Ginástica

O tratamento eficaz da patologia inclui a terapia com exercícios. Graças a um conjunto de exercícios, será possível normalizar o fornecimento de sangue à cartilagem e aos tecidos ósseos, com o que se restauram as partes danificadas do corpo. Siga estas regras:

  • execute os exercícios suavemente, sem movimentos bruscos;
  • a duração da carga não é superior a 1, 5-2 minutos;
  • as primeiras aulas devem ser supervisionadas por um especialista.

Fisioterapia

A osteocondrose cervical pode ser tratada com os seguintes procedimentos:

  • eletroforese;
  • ultrassom;
  • terapia magnética;
  • terapia a laser.

Massagem e terapia manual

Recomenda-se fazer um curso de massagem terapêutica no estágio em que a doença apenas aparece. Mas mesmo no tratamento das formas avançadas, esse evento traz alívio ao paciente. A massagem é realizada em etapas e inclui:

  • acariciando;
  • espremendo;
  • trituração;
  • amassar;
  • vibração.

O procedimento é realizado por um terapeuta especialmente treinado, caso contrário, o quadro pode piorar.

Remédios populares

As seguintes receitas são eficazes para osteocondrose cervical:

  • Repolho. Aplique uma folha de repolho aquecida na área afetada durante a noite. Enrole a área dolorida com um lenço de lã.
  • Batata. Faça mingau de batata crua, misture com mel, faça compressas com a pomada pronta.
  • Sal e areia. Combine os componentes, aqueça, coloque em uma bolsa e aplique no local dolorido.

Quando a cirurgia é necessária?

Se a terapia conservadora e auxiliar não funcionar, o tratamento cirúrgico é prescrito. Uma operação é realizada para remover as formações ósseas e hérnia de disco, em seguida, a fusão cervical anterior é realizada. Durante o período de recuperação, é recomendável usar uma coleira Shants. Mas a cirurgia não garante a recuperação completa da doença.

Massagem para o tratamento e prevenção da osteocondrose cervical

Profilaxia

Os sinais de osteocondrose cervical são pronunciados, portanto, durante a doença, desconforto perturbador e deterioração do bem-estar não passarão despercebidos. É importante não perder os primeiros sintomas da osteocondrose, pois no estágio avançado o tratamento medicamentoso nem sempre ajuda. Para prevenir a patologia, é importante monitorar sua saúde, comer bem, abandonar os maus hábitos, beber de 6 a 8 colheres de sopa por dia. agua. Aos primeiros sintomas, não se automedique, mas vá ao médico e trate o problema.